quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

serei velho quando for velho
serei jovem enquanto for jovem
serei criança sempre
pois assim me conheci

5 comentários:

Dani Santos disse...

... encantos tantos em palavras tão pequenas. as grandezas da criança nos olhos, no peito, em tudo o que és, enfim. admiro-te por grandezas assim.

abraços

dressa disse...

simplesmente .. incrivél ...
adorei parabéns

gnde abraço Andressa *-*

ieda disse...

mumu amei seu blog! amei ua arte! que bom reencontrar-te por aqui! ler suas poesias e vizualizar seus lindos brinquedos tristes...
beijos!

Biblioteca Viva disse...

é assim que te conheço tambem!!!!!!

Beraba disse...

Lembra o parente, apesar da pessoa e, talvez, de pensamentos um tanto quanto diferentes.

"Hoje já não faço anos.
Duro.
Somam-se-me dias.
Serei velho quando for.
Mais nada"